Anúncio controverso da vodka Absolut

Anúncio da vodka AbsolutA mais recente campanha da marca sueca de vodka, Absolut, criada especialmente para o México, criou uma enorme controvérsia por apresentar a fronteira entre os Estados Unidos da América (EUA) e o México redesenhada.

A campanha, criada pela agência publicitária Teran\TBWA, coloca estados como a Califórnia e o Arizona dentro dos limites da fronteira mexicana, afirmando que esta seria a configuração da América do Norte num mundo perfeito: “In an Absolut world”. Segundo a marca sueca o anúncio mostra a fronteira entre os EUA e o México antes de ter sido assinado o Tratado de Guadalupe-Hidalgo.

O porta-voz da Absolut em Nova Iorque, Jeffrey Moran, confirmou que a empresa recebeu várias queixa por causa do anúncio, por ser considerado anti-americano, e garantiu que esta campanha não será apresentada nos EUA. Acrescentou também que, no México, a campanha terminará esta semana, como já estava agendado. Segundo Moran “o anúncio ilustra uma perspectiva histórica do que o México já foi” e “não tem nada haver com questões de imigração”.

Houve diversas reacções a esta campanha publicitária: uns aplaudiram, outros criticaram, outros catalogaram-na como simplesmente estúpida. No entanto poucos ficaram indiferentes. A verdade é que a campanha aborda um tema muito delicado para ambos os países, principalmente para o México que até hoje se sente lesado.

Põe-se a questão, será que é uma ofensa tão grave para estes estados Americanos ser posta a hipótese de pertencerem ao México? A maioria dos leitores do blog La Plaza, do Los Angeles Times, considera este anúncio uma afronta e desde que a notícia saiu que continuam a chover comentários.

Versão Portuguesa do mundo Absolut? É já a seguir ao intervalo!


Territórios do império Português a verde.

Mapa do Império Colonial Português

One thought on “Anúncio controverso da vodka Absolut

  1. Pingback: A erótica Popota | Ana Figueiras

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.