Monthly Archives: March 2008

Cidades Portuguesas não apagam luzes pelo ambiente

No âmbito da iniciativa Earth Hour mais de 370 cidades de 35 países vão apagar as luzes e electrodomésticos no sábado, às 20:00 (hora local de cada cidade). Esta iniciativa, que o ano passado apenas se realizou na Austrália mas que este ano expandiu-se para o resto do mundo, visa alertar e consciencializar as pessoas para as mudanças climáticas.

Na lista de participantes desta iniciativa, lançada pela WWF australiana, constam cidades da Austrália, Brasil, Canadá, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, Grécia, Hungria, Índia, Irlanda, Itália, México, Nova Zelândia, Polónia, Reino Unido, Suíça, Uruguai, Venezuela, Tailândia, etc.Sidney será a primeira de mais de 370 cidades australianas e localidades de todo o mundo a desligar as luzes.

Segundo Andy Ridley, director executivo desta iniciativa, “são quase 400 cidades e povoações, 18.876 empresas e 257.165 cidadãos os que aderiram ao evento através da página na Internet”. No ano passado, participaram no “Earth Hour” mais de dois milhões de pessoas, 2.100 empresas, cinemas, teatros, restaurantes, bares, discotecas, clubes desportivos, escolas e igrejas. Este é um número considerável tendo em conta que a iniciativa teve lugar apenas na Austrália.

Segundo Francisco Ferreira, da Quercus, a iniciativa Earth Hour é “interessante” mas defende que a sensibilização para as questões climáticas deve ser feita no dia-a-dia. “Claro que terá bastante impacto desligar as luzes durante uma hora a um sábado mas depois no dia seguinte já ninguém o faz” afirmou o ambientalista.

Burra reformada do ballet

Burra da companhia MariinskyDepois de 19 anos a representar com a companhia de ballet Mariinsky, uma das mais conhecidas companhias de ballet russas anteriormente conhecida como Kirov, Monika reformou-se finalmente. A notícia não seria importante se a artista em questão não fosse uma burra que fazia parte do elenco do ballet Mariinsky.

A burra de 21 anos, que fazia o papel de burro do Sancho Pança na peça Don Quixote, teve direito a uma festa de despedida e até dançou uma última valsa com uma das bailarinas da companhia. Ainda ganhou como recompensa, pelos anos de serviço prestado, um bolo de cenoura, um avental e um lenço.

Segundo Tatyana Solomatina, porta-voz do jardim zoológico de São Petersburgo onde Monika vivia quando não estava se apresentado, “Ela adora representar e receber aplausos” e que “sabia exactamente quando entrar em cena, mesmos sem que não tivesse ninguém a acompanha-la”.
Monika será substituida por uma burra chamada Alina.

Grávidas num espectáculo de Ballet

A companhia britânica de ballet, Balletlorent, está a recrutar grávidas para fazerem parte de um espectáculo algo invulgar. MaEternal vai estrear em Maio, na cidade de Newcastel, e vai juntar seis bailarinos profissionais e doze mulheres grávidas.

A directora artística da companhia, Liv Lorent, afirma que este é um espectáculo único que dará as doze mulheres “a oportunidade de partilhar com a audiência a beleza de ter uma vida dentro de si”. Uma mulher grávida pode parecer pesada e desajeitada mas também é um símbolo de beleza e serenidade, acrescenta. Liv Lorent também está grávida.

“Eu já fiz projectos no passado convidando várias pessoas diferentes – crianças, idosos, construtores, futebolistas, médicos, etc – para participar” afirmou Liv Lorent à Reuters. Lorent considera que combinar bailarinos profissionais com pessoas que não o são tornam as suas produções mais ricas.

As grávidas que quiserem participar neste espectáculo não podem ter mais de 32 semanas de gravidez até a estreia, no dia 14 de Maio, para não haver risco do parto ser antecipado.

Mais informações aqui.