Estudo: Cientista afirma que a tecnologia ajuda o Pai Natal a distribuir as prendas

Para quem não acredita no Pai Natal, surge agora um estudo que explica como é que o velho Nicolau viaja pelo mundo inteiro para entregar presentes, numa só noite. Larry Silverberg, professor de Engenharia Mecânica e Aeroespacial na Universidade Estatal da Carolina do Norte, diz que o segredo é o domínio do espaço-tempo “continuum”.

“Ele sabe que o espaço estica, ele sabe que pode esticar o tempo, comprimir o espaço e assim ter seis meses para entregar os presentes”, revelou Silverberg à Reuters. Por isso é que, no nosso quadro de referência, parece que o Pai Natal faz isto num ápice quando, na realidade, demora meses.

Segundo o investigador norte-americano, o Pai Natal usa a nanotecnologia para fazer crescer os presentes debaixo das árvores de Natal, pois seria impossível transportar as prendas todas no trenó se estas tivessem o tamanho normal. “Ele descobriu como reverter o que chamamos de propriedades termo-dinâmicas irreversíveis” afirmou Larry Silverberg.

O estudo também revela que as renas são geneticamente modificadas para poderem voar e que, para não se perder, o Pai Natal tem no trenó um sistema de geolocalização.

Espero que não seja este tipo de investigação que está a crescer em Portugal. Quero acreditar que isto é tudo uma brincadeira, e que não tenham sido gastos milhões de dólares neste estudo.

One thought on “Estudo: Cientista afirma que a tecnologia ajuda o Pai Natal a distribuir as prendas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *