Tag Archives: globos de ouro

Os nomeados para os Globos de Ouro

Na quinta-feira foram anunciados os nomeados para os Globos de Ouro, os prémios concedidos pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood (Hollywood Foreign Press Association). A cerimónia que antecede os Óscares realiza-se no dia 11 de Janeiro, a partir de Los Angeles.

Os filmes Frost/Nixon e The Curious Case of Benjamin Button lideram os Globos de Ouro 2008, com cinco nomeação cada. Ambos estão indicados para “Melhor Filme – Drama”, “Melhor Actor – Drama”, “Melhor Realizador”, “Melhor Guião” e “Melhor Banda Sonora Original”.

Um dos destaques da 66ª edição dos Globos de Ouro é a nomeação de Heath Ledger na categoria de Melhor Actor Secundário, pela sua actuação no filme The Dark Knight. Provavelmente Ledger irá receber o prémio póstumo, tanto nos Globos de Ouro como nos Óscares, e provavelmente não será pela sua prestação, mas sim pelo facto de ter falecido.

Das 11 categorias de televisão, destaco as duas nomeações de Californication para “Melhor Serie de Televisão – Comédia ou Musical” e “Melhor Actor numa Serie de Televisão”. Surpreende-me que Fringe, a nova serie de J.J. Abrams, criador de “Lost”, não tenha nenhuma nomeação, enquanto series que estão completamente ultrapassadas, como Monk, continuem a ser nomeadas ano após ano.

A lista completa encontra-se aqui.

Vencedores dos Globos de Ouro

Os vencedores dos Globos de Ouro foram anunciados ontem à noite numa conferência de imprensa. Este ano não desfilaram estrelas na passadeira vermelha e os galardões terão de ser enviados por correio aos 25 vencedores.

Os filmes premiados nas categorias de drama foram Atonement como melhor filme, Daniel Day-Lewis como melhor actor e Julie Christie como melhor actriz. O musical de Tim Burton, Sweeney Todd, foi galardoado com o prémio de melhor comédia ou musical e o actor principal deste filme, Johnny Depp, recebeu o prémio de melhor actor neste género. Marion Cotillard foi considerada a melhor actriz numa comédia ou musical, pela sua interpretação de Edith Piaf no filme La Môme. O galardão para melhor realizador foi para Julian Schnabel.

Quanto aos prémios para as melhores séries de televisão, os vencedores foram Extras e Mad Men, que também arrecadou o prémio de melhor actor numa série de drama pelo desempenho do actor Jon Hamm. Devo confessar que fiquei satisfeita por David Duchovny ter ganho o prémio de melhor actor numa série de comédia ou musical, pela sua participação na série Californication. Tina Fey foi considerada a melhor actriz numa série de comédia ou musical e Glenn Close é a melhor actriz numa série dramática.

Greve dos Argumentistas provoca cancelamento dos Globos de Ouro

A greve dos argumentistas faz mais uma vítima. A pressão do Writers Guild of America provocou o boicote aos Globos de Ouro, cerimónia que estava prevista para este Domingo. A Associação de Jornalistas Estrangeiros em Hollywood, responsável pela organização dos Globos de Ouro, anunciou ontem que a 65º gala será substituída por uma conferência de imprensa na qual serão anunciados os vencedores das 25 categorias.

A conferência de imprensa terá lugar no Hilton de Beverly Hills, no dia em que estava previsto decorrer a gala. Será transmitida em directo pela NBC, a  estação de televisão que detém os direitos de transmissão do espectáculo, por volta das 6 horas (PST). O tradicional jantar desta entrega de prémios também foi cancelado.

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood foi obrigada a ceder após o sindicato dos argumentistas, o Writers Guild of America (WGA), ter ameaçado colocar piquetes à entrada do Hotel onde decorreria a cerimónia. Muitos dos actores que deveriam participar na cerimónia dos Globos de Ouro mostraram-se solidários com os argumentistas e o ScreenActors Guild (SAG), anunciou que os seus membros não iriam furar os piquetes de greve do WGA.

A organização dos Globos de Ouro ainda tentou, sem êxito, negociar com o sindicato dos argumentistas para que a cerimónia se pudesse realizar. Num comunicado Jorge Camara, presidente da Associação de Imprensa Estrangeira em Hollywood, lamentou o sucedido: “Estamos muito desapontados com o facto de a nossa cerimónia tradicional não se realizar este ano e que milhões de telespectadores por todo o mundo sejam privados de ver os seus artistas favoritos”.

A cerimónia dos Globos de Ouro é considerada como uma espécie de antecipação para a grande noite dos Oscars, que está prevista para o dia 24 de Fevereiro, e o facto desta ter sido cancelada deixa no ar a dúvida: será que os Oscars também correm o risco de serem cancelados?

As nomeações dos Globos de Ouro after the break.

Continue reading