Tag Archives: media

Eu e a Rua Sésamo no 7 Palmos de Testa

7 Palmos de TestaOntem foi transmitido na RTP2 um episódio especial do talk-show 7 Palmos de Testa sobre a Rua Sésamo, no qual tive o prazer de participar.

7 Palmos de Testa é um talk-show que desenrola-se num sofá vermelho com seis jovens, três rapazes e três raparigas, e Ana Zanatti como anfitriã. O objectivo do programa é juntar jovens e temas sobre os quais não falam frequentemente, temas polémicos ou sobre os quais possam haver preconceitos.

O tema escolhido para este episódio especial foi mais light do que os dos programas anteriores, que se centraram em questões como o sexo, o dinheiro, o amor, a violência, o corpo, a família, etc. O fio condutor, entre os jovens que participaram neste episódio, era o facto de todos pertencerem à geração Rua Sésamo e, ainda hoje, serem grandes fãs deste programa infantil. O objectivo era saber de que forma é que tinham sido influenciados e o que pensam sobre a Rua Sésamo.

Nas edições anteriores do talk-show os participantes inscreviam-se através de um blog e, após entrevistas (presenciais e por telefone) eram escolhidos pelas suas capacidades de comunicação e pelo contributo que poderiam dar ao tema do episódio.

No entanto os convidados desta edição especial foram escolhidos de maneira diferente. Entre os convidados estava uma jovem que, em criança, tinha sido consultada pelos criadores da Rua Sésamo portuguesa sobre a sua opinião acerca do programa e um actor que faz parte do elenco da Ilha das Cores, um programa infantil parecido à Rua Sésamo.

Fiquei muito contente de ter sido convidada para esta edição especial do programa, principalmente pela forma como foi feito o convite. A produção do 7 Palmos de Testa contactou-me porque encontraram o post que fiz aqui no blog sobre a Rua Sésamo.

Da minha participação neste talk-show só lamento uma coisa: não ter corrigido uma coisa que disse e tê-la deixado passar. Troquei a ordem do que queria dizer, afirmando que a escola complementava o que as crianças poderiam aprender com os desenhos animados, quando o que queria dizer era exactamente ao contrário. Por não ter corrigido o que disse gerei uma pequena discussão, fazendo com que uma das convidadas dissesse que discordava do que eu tinha dito. Quando ela interveio tive a oportunidade de me corrigir, mas voltei a não fazê-lo, deixando passar a oportunidade completamente.

Tendo em conta que esta foi a primeira vez que fui convidada para um programa de televisão penso que nem me saí mal de todo, mas se pudesse voltar atrás teria corrigido o que disse. Tirando este pequeno incidente penso que até dei alguns contributos de valor para o programa (até cantei) e quem quiser assistir pode fazê-lo aqui.

Popota multicultural versus Leopoldina “Croft”

Com o Natal a aproximar-se começa o bombardeamento de publicidades natalícias e as grandes vedetas  são claramente a Popota e a Leopoldina. Este ano, as conhecidas personagens das duas cadeias de supermercados da Sonae sofreram uma “makeover”: a Popota internacionaliza-se e a Leopoldina transforma-se numa estrela de filmes de acção.

A Popota aparece a dançar ao som do êxito, dos Buraka Som Sistema, Kalemba (Wegue Wegue)  e a dizer que o Natal está a chegar. No entanto a publicidade, em género de vídeo-clip pop, tem muito pouco que ver com o Natal: mostra a Popota mais magra e sensual desde a última vez que a vimos – “fatlicious”, como dizem os directores criativos da Fuel, a agência que desenvolveu o conceito do anúncio do Natal de 2009 para a cadeira de supermercados Modelo.

O filme publicitário levou cerca de 9 meses a estar finalizado e conta com uma coreografia elaborada pelo conhecido Marco de Camillis, coreógrafo italiano dos programas de dança da RTP. Segundo os directores da Fuel, a publicidade “O Mundo de Popota” começou a passar nas televisões no dia 5 de Novembro e em apenas quatro dias  o vídeo  no Youtube já tinha ultrapassado as 100 mil visitas. Neste momento passa nos canais de televisão portugueses a música completa da Popota e um clip mais curto de promoção ao seu livro de receitas, mas até ao Natal irão para o ar mais dois anúncios.

Enquanto dança a Popota, a Leopoldina tenta salvar o Natal que está a ser ameaçado por um cientista louco e o seu exército de brinquedos mutantes. A Leopoldina também está mais magra, veste roupa justa e pratica artes marciais, ou seja, está muito parecida com a heroína Lara Croft. Curioso é também o facto da Leopoldina ter perdido as asas e o ar andrógeno, tendo agora peito e muito menos penas que antigamente.

Marge Simpson foi a capa da Playboy americana em Novembro, abrindo alas para que outras personagens animadas sigam as suas pisadas. Quem sabe em breve vejamos Popota e Leopoldina na capa de uma revista masculina como a MaxMen ou a FHM. Continue reading

Reveille Productions e Brillstein Entertainment fazem série de televisão baseada no Twitter

twitter-logoAs produtoras Reveille Productions (“The Office”) e Brillstein Entertainment (“The Sopranos”) juntaram-se ao Twitter para fazer uma série de televisão baseada nos posts de 140 caracteres deste fenómeno do microbloging. O projecto foi anunciado pelas duas produtoras na Segunda-feira.

O programa terá o formato de um reality show, uma vez que não haverá um argumento fixo, e contará com utilizadores anónimos e celebridades. Segundo os produtores a série irá “colocar pessoas comuns a seguir celebridades num formato bastante competitivo” e confessam que encontraram uma “forma de trazer para a televisão a eminência do Twitter”.

O conceito da série foi desenvolvido pela escritora Amy Ephron, autora do bestseller “A Cup of Tea: A Novel of 1917”, que também será produtora executiva juntamente com Mark Koops e Howard T. Owens da Reveille, Jon Liebman e Lee Kernis da Brillstein, Kevin Foxe e Steve Latham.

Não foram disponibilizados mais detalhes sobre o formato da série ou quando esta orá para o ar.

Estou curiosa para saber quem fará de Sockington nesta nova série sobre o Twitter. O gato Sockington, é um dos mais famosos twitterers, tendo 554,644 followers, e em breve poderá destronar a Lassie do seu título de animal mais popular da televisão.